Cinema: Sherlock Holmes

Sherlock Holmes é uma adaptação para o cinema do lendário investigador do final do século XIX e início do século XX, dirigido pelo cineasta Guy Ritchie (Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes) e roteiro de Anthony Peckham (Refém do Silêncio), com uma nova versão do personagem baseada tanto nos livros quanto em quadrinhos das aventuras do popular detetive.

 

O filme, ambientado em 1891, mostrará o ator Robert John Downey Jr. (Homem de Ferro) sendo Sherlock Holmes e seu brilhante intelecto, além de seu leal parceiro Watson, tentando desvendar uma trama diabólica e mortal contra a Inglaterra, realizada pelo misterioso e astuto vilão chamado Blackwood, que pretende pertubar a paz e acabar com a ordem no Reino Unido.

O ator Jude Law será Watson, um médico e veterano de guerra que é um fiel assistente para Sherlock Holmes e a atriz Rachel McAdams (Diários de uma Paixão) será Irene Adler, uma enigmática mulher que atrai o detetive em busca de ajuda. Revelando habilidades de luta tão letais quanto seu lendário intelecto, Holmes vai lutar como nunca para derrubar um inimigo novo e desvendar uma conspiração mortal que pode destruir o país.

A produção cinematográfica de 80 milhões de dólares e aproximadamente 139 minutos de duração, tem data de estréia mundial no dia 20 de dezembro de 2009 e, posteriormente, será lançado mundialmente em 25 de dezembro de 2009 (26 de dezembro no Reino Unido), somente no Brasil está previsto para 08 de Janeiro de 2010.

Extra: Confira os sites nacionais dedicados exclusivamente ao personagem Sherlock Holmes

Anúncios

22 comentários sobre “Cinema: Sherlock Holmes

  1. Pingback: Tweets that mention Cinema: Sherlock Holmes - PARAGONS -- Topsy.com

  2. Eu sempre achei cenários “a lá era vitoriana” (ou steampunk) bem divertidos, com certeza vou assistir ao filme e curtir. Para quem gosta de deste tipo de cenário com alguma fantasia (na verdade muita), leiam o livro “Anno Drácula” que saiu recentemente pela editora aleph, vale a pena.
    A resenha? O que aconteceria se Drácula vencesse Van Helsing e seus amigos? Neste mundo o dentuço se casou com a rainha Vitória e agora colocou seus dentes em Londres, e neste cenário Jack o estripador começa a matar prostitutas vampiras.
    Livro legal mesmo 🙂

  3. Cara, sou completamente fã do SH… E por isso posso falar. Pelo que me consta, se bem que o cinema faz o que quer com o corpo da pessoa, o Iron Man não tem muiiiiiito do SH que os livros descrevem e que povoa o imaginário dos fãs… Fora que a Irene é muito mais do que uma mulher qualquer e muitos outros detalhes… Algo que deve ficar muito difícil de dizer num único filme. Hã, minha opinião: O filme vai desagradar os fãs, mas vai “abrir” um mercado promissor (leia-se vai rolar muita grana) e ai vão lançar milhares de historias, desenhos e tudo o mais… Os fãs vão continuar com o SH á moda antiga e os novos fãs vão ganhar um novo SH… Algo vantajoso num ambiente onde vampiros e lobisomens bonzinhos e um Homem-Aranha Emo dominam tudo… Pelo menos para entender uma historia de SH tem que ter muita, mas muita imaginação alem do que muita gente imagina, ou tem quando lêem Crepúsculo… Há, acho que o cão dos Baskervilles seria uma boa historia para o cinema, ou um estudo em vermelho, ou o vale do terror…

    • Essa é a onda da nova geração, certamente um filme de Sherlock Holmes ao estilo de A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, ou ,quem sabe até, parecido com O Wolfman (remake 2010), seria muito mais interessante, mas infelizmente este é o meu gosto pessoal.

      De qualquer maneira, pretendo assistir este filme, quero ver o mais famoso dos detetives nas telonas.

      Abrçs.

      • E por que tem que ser igual aos livros? Se fosse, sinceramente, eu ia achar um saco, já que tem uma renca de filmes que quando não são de Holmes, tem o clima dos livros. =P

      • Finalmente vi o trailer… E perdi as esperanças.

        Quer dizer, parece um filme interessante, e eu provavelmente veria de qualquer forma. Mas se NÃO é como os livros, por que tem que ser “Sherlock Holmes”? Estão simplesmente usando um nome famoso para fazer publicidade…
        E agora eu vou assistir o filme e aproveitar bem menos, porque não tem como evitar o paralelo entre o filme e os livros ouvindo “Sherlock Holmes” o tempo todo. 😦

      • Então Elda, você está dizendo que ninguém devia dar visões diferentes a uma mesma obra? O que seria então de coisas como o Sítio do Picapau Amarelo, abordagens diferentes de mitos e lendas, Alice in Wonderland de Tim Burton, entre outras milhares de obras com abordagens diferentes e maravilhosas?

      • Estou julgando pelo trailer, não vi o filme, mas fazer uma nova abordagem de um personagem é uma coisa. Deturpa-lo completamente é outra.

        Você cita o Sitio, provavelmente se lembrando das histórias clássicas da TV, mas e quanto ao remake feito nos idos de 2006-07? Era ruim.

        Só penso que eles poderiam fazer um filme muito bom utilizando-se elementos da época vitoriana sem que precisassem alterar um personagem. Não é só porque fuma cachimbo que é Holmes.

        De qualquer forma vou assistir o filme, parece ser divertido. Só vou desconsidera-lo como sendo qualquer coisa relacionada ao Sherlock

      • Não, cara, eu tô falando do Sítio do Picapau Amarelo STEAMPUNK que eu postei esses dias aqui. E ficou muito legal.

        E não, eu não vejo mal nenhum em pegar um personagem e dar uma roupagem totalmente nova a ele. Esse é o Holmes do Guy Ritchie, e não o do Doyle. Aliás, Sherlock Holmes nem é mais propriedade do autor, é um personagem da ficção mundial em geral – do mesmo jeito que o Capitão Nemo e o Dr. Jekyll/Mr. Hyde.

        E desculpa cara, mas pra mim o Holmes é um detetivão vitoriano que fuma cachimbo e tem um parceiro chamado Watson, e tem aquele mote “elementar meu caro Watson”, e só (e Elisa vai me matar por ter dito isso).

  4. “[…]Irene Adler, uma enigmática mulher que atrai o detetive em busca de ajuda. Revelando habilidades de luta tão letais quanto seu lendário intelecto[…]”.
    Não sei não… embora nenhuma dessas afirmações seja tecnicamente falsa (Irene o fascina por seu intelecto, e Holmes já foi boxeador), enquanto fã dos livros elas me dão medo. E se eles resolverem colocar sequências de ação ou romances implícitos no filme? Sherlock Holmes não é um James Bond…
    Eu acho que o melhor seria adaptarem uma história já escrita ao invés de inventarem (“O Cão dos Baskerville” seria provavelmente a opção ideal).

    • Deve ser um livro beeem grande e com letrinhas miúdas… as histórias de Sherlock Holmes dão para encher uma estante.

      Mas se você espera que alguma história tenha alguma coisa a ver com aquele trailer, pode deixar o livro de lado. Ou melhor, o trailer de lado, que as histórias de Sherlock são muito boas.

      • Até que não são não. E realmente quando vi o trailer sabia que não era o mesmo personagem, pode ser um versão de um universo alternativo, o que não desmerece nenhuma das obras artisticas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s