Publicado em RPG

Jogadores Ruins também são Importantes!

Nem sempre a vida é mil maravilhas, existem momentos em que problemas e responsabilidades compactuam para que nossas diversões sejam esquecidas, algumas das vezes, brevemente ou para nossa infelicidade, permanentemente (e para quem joga RPG, essa é uma expressão de significado forte). E no decorrer de tais problemas que o grupo convencional de todos os finais de semana separou-se, para minha tristeza. Durante o pequeno intervalo de tempo em que 80% de minha mesa estava fora, não tinha grandes responsabilidades que sejam suficientes para atrapalhar meus momentos de lazer, e por este bom motivo procurei novos integrantes para continuar jogando Rpg aos finais de semana.

Tarefa fácil, já que aqui, em Sampa, jogador de RPG vem com placa na testa e selo de aprovação nerd; simplificando: “são bem típicos e alvos fáceis em meio a população acéfala”. Obtive a oportunidade de jogar com diversas pessoas e até mesmo com grupos fechados, onde finalmente surgiu uma chance de assumir o papel de jogador, algo que não acontecia já em alguns anos.

Foi um longo processo e difícil, muito difícil! Não sou o The Best Players, longe disso, contudo sei o que é Rpg e sei o que são jogadores ruins, e durante esta busca pela mesa ideal, encontrei alguns…

É importante esclarecer que isso já ocorreu faz mais de um ano e que compreendi que existem Jogadores Ruins e porque são Importantes Para Qualquer Mesa. Então antes de exaltar seus ânimos, você certamente, sendo mestre ou jogador, já foi surpreendido por uma ação considerada idiota, que no fim das contas alterou o enredo da sessão ou, ao menos, sua forma de encarar determinada situação, não?

 

JOGADOR RUIM = COBAIA

Jogadores Ruins são as tão bem conhecidas “cobaias” de jogadores veteranos, enquanto os primeiros arriscam e cometem erros graves, os últimos permanecem observando atentamente as consequências de determinadas situações, tirando proveito para aumentar seu grau de experiência para quando surgir a típica oportunidade utilizar esse conhecimento adquirido na falha alheia para sua promoção. Não é somente questão de oportunismo ou de ser um aproveitador, mas de manter-se neutro em certas ocasiões para futuramente explorar este conhecimento em benefício próprio, evitando problemas, até então, desconhecidos. 

Eu lhe avisei para não tocar naquilo!

JOGADOR RUIM = CURIOSIDADE

Basta um olhar mais atento ao último parágrafo para perceber que jogadores ruins ou iniciantes costumam ser mais curiosos que jogadores experientes, afinal uma boa parcela do que é dito durante a sequência de uma aventura é novidade para iniciantes, portanto é compreensivel atitudes como essas. O mestre pode enxergar determinadas ações pelo lado positivo, apesar de que certamente haverá excessões. Exemplos de armadilhas e criaturas desconhecidas podem despertar a curiosidade dos iniciantes, mas veteranos costumam observar com atenção e tentar descobrir de alguma forma o que representa e qual a finalidade de determinado obstáculo, e em outras situações onde o “gancho” não faz parte diretamente dos assuntos envolvidos da aventura, geralmente é evitado ou, na pior das hipóteses, completamente ignorado. Por esses e outros motivos que jogadores ruins são importantes para qualquer mesa de Rpg.

Ir ou não ir? ... eis a questão?!

JOGADOR RUIM = UNIÃO

Conhecendo suas limitações, o jogador ruim evita tarefas individuais, tornando-se uma peça importante para o trabalho em equipe. Jogadores experientes estão acostumados a solucionar dezenas de problemas, consequência da quantidade de sessões em que esteve presente desenvolvendo a “manha” do jogo e realizando tarefas mais comuns facilmente. O jogador inexperiente, ainda precisa de tempo e procura pelos personagens dos jogadores que possui mais afinidade na mesa ou que são seus amigos, para cooperar no que for preciso, já que geralmente sua inexperiência determina também sua falta de objetividade no jogo.

Obs: O que pode gerar boas cenas engraçadas na sessão é o jogador ruim seguir cegamente ao jogador experiente, acreditando que ele esteja correto, mesmo quando claramente está comentendo um erro, como ilustrado na imagem abaixo. 

Certeza que é uma boa idéia?

JOGADOR RUIM = PRESA FÁCIL

Fato. É uma boa maneira de colocar o grupo em uma posição desconfortável, a curiosidade e talvez a inocência de um jogador inexperiente pode torná-lo uma presa bastante fácil. Após ser sequestrado, algo importante pode ser exigido pelos vilões em troca da vida de um amigo de aventuras, sendo um importante acontecimento. O mestre pode conceder a oportunidade do personagem do jogador sequestrado fugir e trazer novas informações dos próximos objetivos dos vilões, oferecendo opções aos demais jogadores.

E finalmente o mestre deve pensar em motivar esse tipo de jogador, como já diz o ditado “a esperança é a última que morre”. Aliás, apesar da comparação de jogadores iniciante com jogadores ruins, essa não é uma verdade irrefutável e existem muitas exceções. Afinal todo e qualquer rpgista já foi um jogador ruim, as vezes o processo para tornar-se um bom jogador é mais rápido, tudo depende de criatividade e dedicação. 

Vocês, por aqui?!

Frodo não é o melhor dos aventureiros, mas desempenhou o importante papel de protagonista da trilogia Senhor dos Anéis…


24 comentários em “Jogadores Ruins também são Importantes!

  1. cara, vc ta certo … mesmo…eu conheço uns jogadores tao ruins que nenhuma das opções acima fica aceitavel. sério! jogador que nao liga pra historia, e que se é atacado por alguem nem se interessa em descobrir porque… alias ele é daqueles que faz coisas sem sentido so pra depois poder falar que fez( ajudei o vilao a conjurar um atropal!! tava na historia?? nao mas foi massa so que depois ele me matou!!) dã!!!e o mesmo se diz veterano!! …. é muito tosco… meus outros jogadores fazem ficha baseados no(eu sei que ele vai matar a gente com isso entao vou fazer arcano que é pra me livrar)…… pense…….

  2. Para mim essas exemplos que você nem é tanto de jogadores ruins, visto que eles permitem que os outros se divirtam e têm funções dentro do jogo. No máximo esses exemplos são de jogadores idiotas/ abestalhados. =D

  3. Eu acredito que o termo “jogador ruim” não representa como um todo o que cada palavra significa indivualmente. Discordo inclusive que o jogador seja algum tipo de idiota, ou mesmo inexperiente.

    O “jogador ruim”, nos termos citados, são cruciais para aventura. Tem muito “mestre bom” que não sabe aproveitar o que cada jogador tem de pior.

    Eu acho que o “jogador bom” pode ser a exceção da mesa.

  4. A não ser que eu esteja doido, já comentei nesse artigo aqui, né? hehehe

    Mas de qualquer modo, vou repetir pq nada mudou, minhas opiniões porres:

    – Ainda acho que devia-se separar ruim de iniciante, porque tem muito, mas muito jogador veterano ruim. E iniciante geralmente pode ser enquadrado como bom jogador porque não tem os vícios da macacada véia.
    – Dar cagada é inerente a jogador em geral. Alguém me apedrejou quando eu disse isso no meu post (hehe), mas entenda que dar cagada não é ruim, é ótimo, gera muitos plots. Além disso errar é humano (élfico, anão, ciborgue…). Ruim é quando o cara só dá mancada quando o personagem foi feito pra não fazer tanta besteira, tipo um Ernest da vida.

    1. Tem coisas que se sabe, mas não podem ser ditas.

      A questão é justamente esta Ramos, o jogador fazer besteiras quando o personagem não deveria fazer e isto atrapalhar a diversão.

      1. A minha primeira frase foi em relação ao início do seu segundo tópico.

        A minha segunda, foi em relação ao seu posicionamento final, onde, claramente, ratifiquei suas palavras.

      2. Também concordo com o Dan. Enquanto eu lia, tive a nítida impressão de que “iniciante” e “ruim” não podem ser misturados.

        Jogador “ruim”, na minha opinião, é o que atrapalha o jogo. Que fala besteira na hora errada, que sacaneia o resto do grupo ou que só quer saber de sí. Enfim… é quando é “ruim” jogar com ele.

        Ao mesmo tempo, você tem o cara que faz besteiras, mas o resultado é engraçado. Esse cara tem um “papel social”, né? O de divertir a galera!

        Acho que um termo melhor seria “jogador ingênuo”.

  5. Eu sou contra o termo ruim, acho q existe é jogador irritante e chato, aqueles que são estraga prazeres… desde abrir a porta só pra abrir primeiro que os outros, ou ataca sem perguntar um NPC por impulso e vontade própria….

    Não existe pra mim jogador ruim, pq jogo em si é diversão, não é ruim se divertir mesmo que o cara não saiba direito como fazer, uma hora ele aprende, mesmo que demore. Eu acho q se for pra denominar algum jogador de ruim, seria aquele q atrapalha a mesa durante os jogos, e só enxe o saco.

    Pra mim isso é um jogador ruim, não um cara que lança um fireball no meio do grupo sem saber q ela explode ao inves de acertar só o inimigo.

    Abraço

    1. Pablo, aí entra outro ponto, o jogador conjura a Fireball de seu PJ e acerta os aliados também, mas olhando do ponto de vista do Personagem (O Conjurador) , este não deveria saber que sua magia causaria dano em seus aliados?!

      Veja bem, no post eu não entrei no mérito de jogadores que pouco conhecem as regras, mas de certo modo, isso é importante para evitar problemas como esses; – no mínimo, conhecer as regras para jogar com seu personagem.

      Abrçs e Bons Jogos!

      1. Eu já uso o Firefox, sera que é algum programa meu que precise de atualização?
        Bem… Qual é a extenção das imagens? Sabendo disso fica mais fácil pra mim descobrir o problema.

        Obrigado

  6. jogador ruim é aquele que causa empecilhos para os outros jogadores, aquele que nao permite que a historia seja contada nem que os outros jogadores aproveitem os personagens;….. e sim isso existe…..

    1. Luiz, olhe o que o Danielfo postou nosa comentários, logo acima.

      Aliás, jogador que gosta de atrapalhar a diversão de todos, eu sequer considero rpgista. E sim, isso existe.

      Abrçs e Bons Jogos!

    1. Parabéns, é perfeitamente compreensível, afinal qualquer “jogador ruim” também vai achar. rsrsrs

      Antes de (trollar) mais nada, poderia ao menos tecer suas críticas (construtivas?) e esclarecer o que não gostou, afinal eu também poderia ter o direito de achar seu comentário uma bosta, sem ao menos saber o real motivo dele. Fica a dica.

      Abrçs e Bons Jogos.

  7. Prá mim, jogador ruim é quase essencial. Todo grupo que se preza, tem um. Até o momento em que ele aprende a jogar. Aí, surge o momento da seleção de mais um novo membro do grupo.
    Post excelente, depois me retribua a visita!

  8. Me identifiquei muito com o artigo.
    No começo, como vc sabe, eu “brincava”, acho que melhorei muito.

    Mas essa questao de curiosidade e de querer resolver tudo logo de cara é parte da personalidade do jogador tbm, nem sempre somente por inexperiencia.

  9. Me identifiquei muito com o artigo. 
    No começo, como o Ricardo Peraça sabe, eu “brincava”, acho que melhorei muito. 
     
    Mas essa questao de curiosidade e de querer resolver tudo logo de cara é parte da personalidade do jogador tbm, nem sempre somente por inexperiencia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s