Seiken no Blacksmith

Seiken no Blacksmith (The Sacred Blacksmith, em inglês e, Seiken no Burakkusumisu, em japonês) foi escrito por Isao Miura, e desenhos de Luna, lançado em agosto de 2009 e apenas seis volumes de mangá. Mais tarde, em outubro de 2009, foi produzida pela Manglobe a adaptação em animê.

Durante os primeiros minutos do animê, já imaginava que estava perdendo tempo, mas para minha surpresa, o animê, ambientando na fantasia medieval, possui uma história cativante e batalhas empolgantes, com um visual incrível na animação e efeitos especiais.

O enredo conta que exatamente 44 anos atrás, um grande acontecimento conhecido como a Guerra Valbanill assolou a terra através de uma perigosa magia, os Contratos Demônios, onde humanos sacrificavam seus corpos, em forma de oferenda, para tornarem-se demônios cujo poder é muito maior. Após grandes prejuízos causados pelos contratos, as nações sobreviventes tornaram-se aliadas e proibiram a prática dos contratos em suas terras.

A protagonista Cecily Cambell é um cavaleiro de terceira geração Housman, também conhecida pela prestação de serviços em forma de proteção para o Comércio Independente das Cidades, uma federação democrática das cidades. Como seu avô foi um dos fundadores do sindicato independente das cidades, a jovem ostenta orgulho de sua herança, desejando manter a tradição da família e quer proteger a população como um verdadeiro e nobre cavaleiro.

Certo dia, ela luta contra um veterano da guerra insano causando problemas no mercado da cidade, inexperiente e com pouco habilidade em combate, a jovem está diante da derrota, entretanto acaba sendo salva, no último instante, por um espadachim e ferreiro misterioso chamado Luke Ainsworth. No decorre da batalha, Cecily têm sua arma danificada e fica impressionada com as habilidades de Luke, e mais adiante na história recorre ao ferreiro para concertar sua espada.

Logo após os primeiros episódios, existem alguns capítulos extremamente chatos, como qualquer seriado que conheço, com um clima, as vezes, descontraído, humorado, romântico ou com pequenas pítadas de drama. Particularmente, gostei das reviravoltas e alguns pontos distintos da trama, inclusive das cenas de combates dos capítulos finais.

Recomendo como um bom animê para quem gosta de fantasia medieval e um clima mais light, e de conteúdo mais simples, o que não representa, de maneira alguma, falta de criatividade. É bem provável que Rpgistas, fãs do cenário nacional Tormenta, acabem gostando do clima transmitido por Seiken no Blacksmith.

Anúncios

4 comentários sobre “Seiken no Blacksmith

  1. A série é realmente ótima, tive a boa sorte de baixar e assistir (obviamente) e gostei muito da história e do clima. Agora, atualmente uma série que é ótima e tem TODO clima de rpg é o mangwah Banya, o mensageiro.
    A série conta a história de um grupo de mensageiros, não filiado a nenhum governo ou reino vc paga e eles entregam o que quer que seja a quem que seja, que enfrenta várias missões para ganhar seu pão de todo dia.
    O mensageiro mais capaz é o Banya, e também pervertido, vagabundo e safado…mas que esconde um passado misterioso do qual nem ele mesmo se lembra.
    Antes eu achava que manwah era um lixo, mas essa série é realmente legal…e curta (acho que são uns oito exemplares) dêem uma olhada…vale a pena

  2. Olha só, para um animê tão recente, é uma surpresa descobrir que logo um leitor frequente do PRG já assistiu ao Seiken!
    Pode deixar, que vou procurar esse manhwa.

    Obrigado pela visita e comentários, Gárgula!

    • Rapaz eu sou fissurado em anime, mangá, hq, livros E rpg…sou o gárgula dos cinco instrumentos:). Se quiser depois te passo o link pro manga do seiken no blacksmith e , caso lhe interesse, posso lhe sugerir alguns animes com temática semelhante ao seiken que podem lhe agradar.
      Banya é legal mesmo, a temática é “em meio a guerras e monstros habitantes de florestas e desertos um pequeno grupo de jovens, sem vínculos com nenhum país ou governante, tem a missão de fazer entregas. Seu líder Banya, o mensageiro mais rápido, preciso e seguro de todos. Parece uma tarefa simples, mas serão muitos os obstáculos que ele terá de enfrentar”
      Quanto ao cara ser líder há controvérsias…bom leia o manwah e vc vai saber pq 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s