Publicado em RPG

Stormwrack – Aventuras Aquáticas #01

Em nossa Semana de Aventuras Aquáticas, após uma breve resenha sobre o suplemento Stormwrack, você vai acompanhar na primeira parte da tradução deste artigo, informação e dicas fundamentais para aventuras em ambientes marinhos.

O artigo originalmente publicado como Aquatic Adventures está no livro Stormwrack na versão Dungeons & Dragons 3.5 e foi traduzido por Rodrigo Pagés Fernandez.

 

AVENTURAS AQUÁTICAS – STORMWRACK

Nereid

 

Aventuras aquáticas levam muitas formas: Um mistério, lago silencioso, em alguma espreitada um terrível monstro; uma grande cachoeira subterrânea, trovejando e correndo abaixo através de incomensuráveis cavernas; uma cidade submersa sonhando abaixo de ondas opacas de um mar tropical; uma ilha fria e sombria em águas impedidas pelo nevoeiro do norte, onde uma cabala de necromantes praticam seus ofícios horrendos.

Se aventurar dentro ou ao redor do mar recorre a uma de quatro temas básicos: o obstáculo aquático, a aventura de navegação, a aventura da ilha mística, e a aventura debaixo da água.

 

 

Water Hazard

 

O obstáculo aquático é o ambiente mais comum que muitos aventureiros encontram. Durante a exploração de uma masmorra de certo tipo, o grupo encontra um aposento recheado de água. Isto pode ser um rio subterrâneo executando seu avanço, um lago subterrâneo de extensão desconhecida, ou simplesmente uma armadilha diabolicamente efetiva ou um obstáculo designado para limitar o avanço dos heróis. Para superar o obstáculo, os personagens devem se sujeitar à um ambiente perigoso e árduo no qual suas forças são basicamente neutralizadas, ou eles devem fazer engenhosos usos de magias e pericias para contornar o trecho aquático. Monstros mais adaptados a água do que a maioria dos personagens dos jogadores naturalmente faz grande uso dos obstáculos aquáticos; heróis combatendo aboleths ou kuo-toas não deveriam esperar para derrotar seus inimigos sem se molhar mais cedo ou mais tarde.

 

 

Battle Magic

 

Aventuras de navegação são tipicamente aquelas que muitas pessoas prevêem como uma aventura sobre ou ao redor do mar. Os heróis estão viajando para uma ilha exótica e distante, ou perseguindo e capturando uma cruel gangue de piratas, ou eles próprios são piratas – talvez patifes e salafrários de bom coração que lutam contra a tirania de um império maligno, talvez saqueadores sanguinários e assassinos que roubam e pilham durante seus caminhos pelo mar. Algumas campanhas são construídas em volta de aventuras de navegação, mas normalmente uma aventura de navegação é um único capitulo na carreira dos heróis: uma única aventura memorável para personagens que em breve retornarão para as mais convencionais aventuras em masmorras. Aventuras de navegação podem usar somente uma viagem como um mecanismo da história, uma forma para mover os heróis para algum lugar exótico do exterior, ou a própria viagem pode ser a aventura.

 

Shatterhull Isle

 

A aventura da ilha mística é uma variação sobre a aventura de navegação. Por milhares de anos, ilhas têm sido observadas como locais de mistérios, mundos peculiares onde todos os tipos de coisas estranhas podem ser verdade – uma ilha ocupada exclusivamente por gigantes da colina, onde todo o resto é de tamanho gigante; uma ilha dos mortos-vivos, onde vampiros nobres governam cortes de carniçais, fantasmas e mohrgs; uma ilha de excessiva beleza, a qual aparentemente criaturas inocentes são inimigos impiedosos.

Coral ReefA ilha mística é um mundo pequeno o qual qualquer ou todas as expectativas normais podem ser revertidas. Isto talvez funcione como uma ilha de floresta onde os heróis confrontam um conjunto de monstros que eles normalmente não encontrariam, ou pode ser como uma complexa ilha de cidade-estado onde o uso da magia é horrivelmente perigoso e magos são detidos imediatamente. Heróis explorando uma campanha de ilha mística podem ser por quase tudo e devem adaptar suas expectativas e táticas para satisfazer as condições particulares de cada ilha que eles encontrar.

Finalmente, aventuras debaixo da água são realmente incomuns. O mar em si é um local exótico, um reino de maravilhas e terrores que aventureiros terrestres mal podem imaginar. Os heróis podem estar caçando um monstro marinho mortífero aterrorizando as cidades da costa, explorando as magníficas ruínas de uma cidade submersa, ou descendo nas profundidades escuras e sem luz de um mistério, indo á um lago a procura de um artefato perdido. Diferente de um obstáculo aquático em uma masmorra, uma aventura debaixo da água requer uma alta resistência e durável adaptação à água, visto que os personagens podem gastar dias ou até mesmo semanas submersos. Poderosas magias de alguma qualidade (uma magia de respirar na água, uma magia de metamorfosear objetos para mudar um humano para um merfolk, ou um item mágico como um manto da arraia) certamente será necessário para o sucesso a menos que os personagens já sejam membros de raças aquáticas.

 

Um comentário em “Stormwrack – Aventuras Aquáticas #01

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s