Halloween: A Natureza Diabólica das Bruxas

Seguindo com a série de artigos prestando homenagem ao Halloween, a seguir diversos conceitos diabólicos da bruxaria e seus segredos místicos, que podem ser empregados em campanhas temáticas.

 

A Natureza Diabólica das Bruxas

Bruxas que abraçaram o caminho do vampirismo, utilizam o poder mágico contido em seu sangue ou no sangue de suas vítimas para executar suas tarefas. São frequentemente caçadas e temidas por outras bruxas, sendo comum que viva toda a sua existência em pequenos vilarejos, próximos ao local onde seu mestre resida, uma vez que há um forte laço de sangue entre o Mestre, normalmente um vampiro, e suas asseclas, o distanciamento poderia resultar na perda temporária das forças da bruxa. Seu laço com seu mestre é mais do que uma simples jura ou contrato: é um laço de sangue, um laço que não pode ser completamente ou facilmente quebrado. Ele é uma dependência e as bruxas que se submetem a ele perdem parte de sua vontade. Devotadas entre seu mestre e deuses de tendências malignas, seus senhores cultuam antigos vampiros que ascenderam à divindade, lichs especialmente poderosos e divindades vampirícas.

 

Geralmente, bruxas que trilham este caminho são encontradas em duas situações: A primeira, normalmente seguindo ordens de seu mestre e levando consigo uma parcela do sangue dele ou uma carta de conduto, para que outros vampiros cedam parte do sangue de sua reserva para a alimentação da bruxa. A segunda situação, as Fugitivas que normalmente são bruxas que mataram seus mestres ou foram expulsas do coven, o que atrai a atenção de outras e de caçadores, estão sozinhas e precisam conseguir seu alimento e por isso, tendem a chamar atenção, mesmo as fugitivas são obcecadas por seus mestres. O mestre é sua vida e isto faz com que dediquem suas vidas a ele, ela ainda é uma mortal, uma mortal que se alimenta do sangue de vampiros e espera ansiosamente o dia em que provará sua lealdade e valor e poderá juntar-se ao seu mestre na eternidade. Elas sabem também que sua condição pode atrair a ira das pessoas, de deuses benignos e seus cavaleiros/templários/paladinos, o que torna sua condição um segredo.

Ainda existem as bruxas devotadas ao lado mais negro e sombrio da bruxaria, lidando constantemente com as forças das trevas e energias negativas, bruxas associadas a espíritos de seus ancestrais, antigos espíritos e voduns que a auxiliam e determinam suas missões, devido aos seus conhecimentos do mundo espiritual, preferem que os espirítos decidam o destino daqueles que procuram seu auxílio, agindo tão somente como condutoras das ordens e não dos destinos. Geralmente são conhecidas como loucas pelos leigos que a acompanham, resultado das muitas vezes que a bruxa é visitada pelos espíritos ancestrais e conversas em voz alta são comuns. Outro fato, é que algumas das vezes, os espirítos assumem o controle da bruxa, falando e agindo como uma outra pessoa.

Algumas adotam posturas mais benevolentes quando deparam-se com comunidades ou situações que necessitem das forças do bem, como uma região castigadas por fome ou doença, esconjuração de espíritos malignos. As amigáveis, sentem-se à vontade em quase todos os lugares, embora não haja lugar como seu la, mas guardam seus segredos para si e para seus espirítos. Sua bondade tem limites e este limite não engloba revelar segredos e nem mesmo contato íntimo com estranhos. Embora sejam de tendências territorialistas e tribalistas, não é incomum que em determinada época de sua vida deixem seu povo a procura de conhecimento, contatos e espíritos.

Quando acreditam ter acumulado sabedoria o suficiente, estabelecem-se em um local onde se sintam bem ou retornam a suas comunidades de origem, não sendo raro que atuem como líderes espirituais e os poderes e conhecimento concedidos por seus espirítos são vantagens constantemente aplicadas.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Halloween: A Natureza Diabólica das Bruxas

  1. Argh, odeio bruxas. Mas gosto de ler sobre elas, há um ditado que diz “conheça seu inimigo a vitória estará garantida”. Não sei se todos os Conjuradores e Alquimistas são inimigos dos bruxos e bruxas, mas pelo menos os do meu mundo são. Bruxas são do mal, e elas tem 2 opções: morrerem como bruxas ou viverem utilizando a magia negra em vez da bruxaria. Uhm… Vou sair numa aventura em busca de ingredientes para criar algumas poção de Nulificação Total de Talude para vencer as bruxas. Com sua licença, *sai*

    • Conjuradores e Alquimistas é o mesmo que “Bruxaria” e elas (es) não são do mal, vai depender do seu carater pra determinar o seu comportamento, isso é um pensamento cristão, já que os ” Templários é a maior farsa da humanidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s