Background: Zviera, Domáce – O Branco (Ladino – Forgotten Realms)

Anteriormente, em Explorando ao Máximo o Background dos Personagens, abordei algumas dicas úteis para estruturar e construir os históricos dos personagens, aproveitando que havia feito este background para uma mini-campanha de D&D, vou deixá-lo como um exemplo para jogadores e mestres.

Apenas o histórico do personagem estará disponível, sem regras ou amarras a quaisquer sistemas, logo poderá ser facilmente adaptado para outros sistemas e cenários, conforme achar necessário. Fique a vontade para usá-lo como personagem do jogador ou um dos NPCs do narrador.

Zviera, Domáce – O Branco Zviera, Domáce - O Branco

Zviera, Domáce – O Branco
D&D Ladino – Caótico & Bom – Westgate (Forgotten Realms)

De natureza albina, um sinal de agouro e má sorte em diversas culturas e povos, fora deixado frente a entrada de uma residência nobre nas redondezas de Westgate (cidade portuária de Forgotten Realms), ainda quando bebê, o mau presságio evidentemente tornou-se realidade quando, na mesma noite, uma guilda de ladrões saqueou e assassinou todos os membros da casa, levando consigo o cesto com o pequeno garoto que ainda estava diante da porta, à espera de uma família e um lar confortável.

Adotado pela guilda, o jovem albino foi tratado como um animal de estimação enquanto não atingira maturidade o suficiente para executar tarefas diárias, limpando as instalações e servindo os membros. Mais tarde, Domáce Zviera (bichinho de estimação/pet em eslovaco) – O Branco, ambos apelidos irônicos, ainda era alvo do escárnio e humilhação de boa parte dos membros da guilda, com exceção daqueles que o ignoravam.

O jovem albino, inexperiente, passava a compreender o mundo em que nasceu, despertando sua ira e curiosidade sobre os artifícios ladinos e, principalmente, sobre o mundo lá fora, algo que havia apenas vislumbrado através das janelas da residência onde a guilda mantinha-se oculta. Por muitas noites, Zviera fugira, praticando o que havia aprendido, o dom da ladinagem nas ruas de Westgate, contudo a sorte nunca esteve do seu lado, e em uma noite vazia fora surpreendido por guardas da cidade em seu encalço, levando-os inadvertidamente até o esconderijo da guilda.

Descobertos e acurralados, a guilda desmembrou-se, muitos partirão para outras regiões, fugindo além de Westgate. Os demais sobreviventes, uniram-se em um esconderijo menor, na zona pobre da cidade, incluindo Zviera. Castigado e humilhado por semanas a fio, o jovem foi sentenciado ao “Beijo de Nerull” (Deus da Morte, necromantes e ladinos malignos), um veneno ácido raro que destrói e corroí a pele, os músculos e articulações até causar a morte, dolorosa e exaustiva. Domáce, desfigurado, têm cerca de 70% do corpo corroído e queimado pelo ácido, mas sobrevive, o seu primeiro golpe de sorte, até então.

Deixado assim como encontrado, indefeso e moribundo, frente a uma residência, Zviera despertou e retornou aos becos sujos e escuros de Westgate, planejando sua vingança. Algumas luas depois, parcialmente recuperado, enviou cartas através de mensageiros para o posto de guarnição da cidade, revelando antigos furtos, roubos e assassinatos praticados pela guilda e é claro, a localização e quantidade atual de membros. Em poucos dias, todos os membros foram localizados e presos, sendo sentenciados a forca em praça pública, diante dos olhos apreensivos e satisfeitos do albino.

Atualmente, Zviera – O Branco, sobrevive nas ruas sujas de Westgate, de pequenos furtos, venda e troca de informações, buscando uma chance para adquirir experiência e prestígio, para formar e liderar a sua própria guilda, como uma família que nunca obteve.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s